quinta-feira, 24 de julho de 2014




Não Provoque

Não tente entender poderá se surpreender...
Meu universo é luz sobre o trigo celestial
Essa cor de rosa é simplesmente meu ser
Rosa choque minha cor natural

Faz parte da minha condição...
A cor que rosa versa é singular sedução...
Mulheres de Atenas antena de liberdade...
Garras que me apreendem á verdade!

Sou bela dona simples por acaso mortal...
Sou flor enfeitiçada cor de rosa acrídeo surreal
Há casos que borram aurora rosa de boreal...
Vestir de rosa um gafanhoto verde pode ser real...

Acasos faz aparecer no céu florão
Chamar de estrelas ponto de luz na escuridão 
Breu de trevas nos campos ou no gramado...
Sempre há um cheiro de perfume nu pecado

Gotas de equilíbrio que o rosa lança...
Orvalha num ramo de trigo esperança
Sensação de eterna idade criança...
Plenitude e bonança vida que vibra e dança

Suplico o pão sagrado de todo dia como e desejo
Luz de sabedoria... Poesia... Pra embriagar beijo!
Amor mais lindo vê rosa de aparição
Sonhos versados em dupla combinação

Pra provocar é cor de rosa choque canção
Assim canta Rita Lee eu escrevo versão...
Posso me abrir em rosa em qualquer estação
Num parolar incessante ser tua melhor sensação...

Sopra equiparar canta o grilo
Só pra equilibrar em absoluto sigilo...


Son Dos Poemas
Postar um comentário