domingo, 21 de setembro de 2014




Teu Beijo Longo

Sem tua boca a minha fica oca de desejo
A língua afoita fica louca assediar beijos
Em nu versejo um imenso cordel de intenções
Qual fantasma fantasia poesia e pari sensações...
Fantástico colar de versos e tece pérolas de alusões

Ilusão e aventura alinham e gravam 
Crava no peito inspiração de papel
Desafiante é o destino que faz de repente um cordel
Esticando cordão com paixão umbilical
Sorrindo apertando os olhos em laço real

Numa dança de folia valsando em leitura
Pra beijar tua boca com avidez e loucura 
Beber teus lábios melado de mel d’ candura
Num gole só engolir toda sua literatura
Dobrar minha língua neste céu embocadura

Aproveitar com prazer por merecer e saber
Que amor é diferente de paixão o tempo não cura
Não há hora ou lugar pra tocar o coração em livramento
Filtrar do sangue as impurezas e amar sem censura
Perder a razão dar vazão a emoção e abraçar o vento

Criativo é sentir paixão sofrer como um cão sem ter
Livre voar em pensamento e caçar como um gato o ser
Abrir as cortinas do palco da vida ver fotos e fatos
Sentir impacto exato é o amor que de fato faz o ato
Vivenciar e amar num primeiro contato de imediato

Tantos são os aparatos que se faz presente
Ao acender como fogo a lamparina clara é vidente
O pavio tão curto é o estopim que incendeia a mente
E a fumaça entorpecente forma nuance é serpente
Embriaga e enfeitiça os amantes Literalmente

Eternamente jura secreta de amor se faz 
E quem carrega se verga nesse vento de leva e traz
Sabe que côncavo e convexo é um encaixe eficaz
Deita-se sobre diamantes e a íris brilhantes seduz
Abre-se um manto de poesia de sedução e luz

Son Dos Poemas
Postar um comentário