sexta-feira, 5 de setembro de 2014


Um Dia Serei...

Serei seu título nobre e surreal...
Um grão d'amor vizir sua majestade imperial
Serei seu esplendor sua gota de orvalho consequente
Serei tua lira de amor melodia ao sol poente
Um dia serei sua alvorada desvairada
Sonho e namorada serei tua lua amada
Serei seu doce mais doce e licoroso
Seu favo de mel açucarado e gostoso
Um dia serei sua nuvem de amor ao léu
Aquela que dar-te asas e faz-te voar no céu
Um dia servirei teu café d' manhã especial
Acordar-te-ei com toques e beijos serei teu sonho boreal
Aquela que dá sabor á tua aurora real
Beija-te-ei com aroma de amora e ar de amor matinal
Um dia serei seu tempero emulsificante 
Ardida como pimenta e gosto bem picante
Serei sua emulsão bem consistente
Sua bebida embriagante seu vinho servido quente...
Perfumar-te-ei com cheiro d' sândalo e essência d' baunilha
Teu beijo se fará escândalo fartei-te estrofe e sextilha
Um dia serei sua liga mais neutra e cremosa...
Serei tua amante amada vestida de vento em prosa...
Um dia serei, como aquela maçã doce flambada e gostosa
Serei teu ventre em fusão em súmula misteriosa
Serei teu diamante transparente, com nuances cor de rosa...
Um dia serei sua letra gravada na pedra de São Thomé
Não precisará ver para crer, mas serei tua amada mulher...

Son Dos Poemas
Postar um comentário