domingo, 12 de outubro de 2014



Mero Sabor De vida

Contida num riso doce do olhar
É o sabor da vida do espetacular
Hoje não bate corda nem ciranda
Não há bonecas nem corda bamba
Não há mais circo nem som de bumbo
Não tem bailarina nem soldadinho de chumbo...
A ilusão é diferente difere da gente 
Interfere no mundo aptidões e tecnologia
Nada se cria tudo se copia
Tece-se sonhos modernos nova utopia
Rabisca na tela no teclar poesia
Som de magia de novos tempos
Novos brotos novos rebentos
Não se ouve mais o vento gemer 
Só o sibilar do silêncio do amanhecer
O grilo que falava não é mais falante
E aquela voz cantante agora é gritante
Sem brincadeiras sem bambolê
Tudo é formatado só clicar pra ler
Sobrou o bom e velho clichê
Ser feliz é tudo que importa...
Tanto pra mim como pra você...


SOn Dos Poemas
Postar um comentário