quarta-feira, 29 de outubro de 2014


Preciso É Ser Amada

É tão preciso quanto as horas de verão 
Um tic tac com incessante precisão 
Sendo assim preciso mesmo é ser amada
Fazer d' minh'alma pura e encantada

Dessedentar a boca tua com toda avidez
Matar todos os teus desejos de uma só vez...
Dizer que você é meu tudo nunca me canso
Danço como as águas de um riacho manso...

Penso e logo componho uma melodia...
Letra em verso que ao vento lanço...poesia...
Escrevo mesmo no tempo sem tinta ou caneta
Minha virtude está em saber-se imperfeita

Perfeito mesmo é o som do vento que ouço...
A voz do poema distante que rima aquele moço...
É como uma locomotiva movida a suor e vapor
Um poeta mágico e fervoroso um sol esplendor

Diz-me coisas lindas que conto ao mundo meu amor...
Fala com mil metáforas e conta também meu beija flor...
Quando sussurra ou se cala exala fragrância em cores
Espalha pela pele folhas de beijos sem pudores

Escreve n' alma nossa história reinventa 
Com pão e paixão aflora a fome e a sede aumenta...
Alimenta meus desvarios poéticos e excita...
Há sempre uma luz de sol que deflora amanhã bonita...
Um presente em aparição... Acredita...

Son Dos Poemas
Postar um comentário