sexta-feira, 10 de outubro de 2014


Vagalumes

Acordei hoje com a alma incandescida
Havia poesia por toda parte amanhecida
Até a fronha tinha um desenho de margarida

Para meu espanto estava eu enrolada á vida
Num manto de poesia de vaga-lumes 
O ar estava impregnado de luz e perfume


Causou-me espanto todo esse encanto...
Reluzia no ar uma nuvem de poesia
Um disse me disse de luzes que acendia

Num parolar florescente 
Asas farfalhavam incandescentes...
Era um lume de fantasia que se espalhava

Tocava com as mãos e tudo brilhava
Com avidez eu via a vida que acontecia...
Ouvia as cores do incandescer 
Dizia...Só por hoje e sempre poesia

Ao amanhecer... 
Quero amar você...

Son Dos Poemas
Postar um comentário