sábado, 1 de novembro de 2014




Amor D' Feitiço

Por isso passei bem eu sei...
Um amor de feitiço que nunca esperei
Acender magia em meu olhar
O sorriso nos lábios ao seu encontrar


Pisar em plumas de fantasia desvairada
Beber-te os beijos com ar de magia encantada
Abraçar o céu nessa feitiçaria
Confeitar d’estrelas sua poesia...


Ao tocar-te a língua com sabor de sedução
Sentir teu gosto doce meu preferido sensação...
De tocar o céu com os pés sem sair do chão
Saborear teu feitiço doce e margear com a mão


Ser musa de seu poema inspirado
Cativa por um longo beijo enfeitiçado
Apaixonando os passarinhos fogem dos ninhos
Livres como João de barro em solo sozinhos


E a retórica grita com voz de vento
O alimento é amor de nós como fosse unguento
Suaviza e dá calmaria viciante...
Livra-nos d’uma agonia petulante


Amor de feitiço foi o que colhemos...
Sonho com sabor de maçã 
Aroma d’manhã que enfeitiçamos...


Son Dos Poemas



Postar um comentário