quarta-feira, 17 de junho de 2015

Amor Mio










Amor Mio

Espreito-te nas esquinas por brincadeiras
Nas lembranças cingidas no céu n’s estrelas 
Naquela quina da lua em curvatura
N’louca inspiração que a licença atura...

No sono profundo tão mudo e tentador
No sonho mais louco és mio grande amor...
Tão divino é amar indelevelmente 
Fazer amor indestrutível gradualmente...

Elegante mesmo é fazer infinito o instante
Ser musa mulher e amante...
Remediar e mentir-se incondicional

Mediar amor amar igual e ser bom ouvinte
Natural mesmo é ser eterno feito o diamante
Pedinte e petulante ao ser passional.

Son Dos Poemas 



Postar um comentário