quarta-feira, 17 de junho de 2015

Anjo Gótico




Anjo Gótico

Sonhei-te Anjo Benedito...
Havia uvas e pés de videiras
Entre as folhas verdes oliveiras


Ramos compunha o arranjo bonito...
Sombrio era o incógnito umbral...
Pares da asas no caminhar entre os Anjos

Uma nuvem de passarinhos e Arcanjos
Estátuas e gárgulas guardavam o portal
Úmida névoa cobria a paisagem exótica

Dois corações sangravam rima poética
Apaixonados rústicos eram diferentes
Languescidos bebiam luares minguantes

Poéticos eram os gestos extrovertidos
Os sentidos introvertidos e góticos
As faces esquálidas sob a pálida neblina

A avidez enrubescia a língua cálida felina 
Extrovertidos quando juntos amantes...
Silenciosos como corvos distantes

Cheia era a lua que a veia guarnecia...
Vampiresco o amor que lhes sorvia poesia...
De suas artérias a paixão escorria...

Son Dos Poemas 
SÓ Poesie

Postar um comentário