terça-feira, 16 de junho de 2015

Pés De Anjo



Pés De Anjo

Pise em mim com teus pés de Anjo noturno...
Amacie minh' alma com tua falange
Ensine-me que coruja é conto noturno
Que canta no horizonte bem longe...


Acaricie-me com teus pés d'asas parolantes
Diga saber o que preciso e acalma meu coração
Liberta meus trilhões de grilos falantes
Faz-me serena primaverar nessa estação...

Completa meu universo ímpar
Incompleto é o tempo que incontável
Irreparável o tempo perdido faz sonhar
Delirar e construir o imperfeito e imutável...

Contemple meu semblante ás temporadas
Seque com sal marinho minha íris hidratante
Mostre-me biologia em verdades afloradas
Dê floradas ás virgens pedras diamantes...

Pise em minha nudez meretriz e santa
Diz-me com pés de Anjos perfumados...
Pule amarelinha em minha linha infanta
Diga que sou teu amor em pecados rasgados...

Son Dos poemas

Postar um comentário