quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Galeria De Sonhos

Galeria De Sonhos

O galopante pensamento abre a janela...
Lê o conto da Cinderela borralheira 
Vê o veleiro oscilando trepidando a vela
E sonha único amor pra vida inteira...

Numa tribuna de pintura poética
Acende a inspiração rabisca na tela
Abraça o sol poeta e a dialética 
O cavaleiro trovador e a donzela...

O cântico sonoroso reluz e crepita
Na galeria do som a nudez é artística 
Absoluto é o amor que ressuscita
N’cripta de versos corisca e chuvisca

Novo mundo embrumado de poemas
Orquestração dos sentidos em harmonia
Rítmica analogia na dança das anêmonas 
Imensas galerias nos corais d’poesias...

O tempo é lamina que a senda encurta
O saber escaravelho vermelho ao vento
Gárgula arquitetônica o espírito espanta
Um canto de mistério magia encanto...

Son Dos Poemas
Postar um comentário