quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Ritual

Ritual D'Amor

Fica o dito sendo rito...
Tudo está escrito no original
Sou eu tua poesia em verso explícito?
A erudição do teu sonho carnal...

Então faremos é rezar e amar
Comer, dormir, sonhar e repetir
Deixe teu peito livre p’ra me abrigar
Teu coração poeta p’ra me fazer sorrir...

Possuir meus desejos e tantos beijos 
Haja na boca insana, insaciável e urgente
Beber totalmente meus segredos
Escrever nosso enredo com diamante...

Gravar este ensejo na vértebra d’cada costela
Caminhar feito peregrino procurando o norte
Misticamente ir á Santiago da Compostela
Magicamente meditar nosso destino e sorte...

Então comporá serenata tocada tocante...
Em noite enluarada d’amor embevecido 
Recitar-me-á poesia ao riste sussurrante
Com a expressão mais linda ao pé d’ouvido

Então dividiremos eternos momentos...
Tomaremos vinho da vinícola na fonte
Plagiaremos o sol e a lua em pensamentos
Tomaremos banho d’cachoeira no horizonte...
Postar um comentário