terça-feira, 27 de outubro de 2015

Segura Minha Mão






Segura Minha Mão


Afaga minh’alma e acalanta...
Sussurra o canto dos pássaros
Liberta seu amor me encanta
Prende-me em teus abraços...

Traga a luz do teu olhar de felicidade
Aperta nossas mãos entrelaçadas
Espanta o mundo com nossa cumplicidade
Voa ao meu lado no brilho das estrelas

Guia nossa profecia na mão direita
Diz á Cassiopéia nossa lenda da paixão
Acolha-me sobre teu peito em proteção
Conta minha costela na constelação...

Pairemos sobre as pinturas em alto relevo
Nas rochas cinéreas e nos alvos cristais
Nas poções d’magia nas folhas d’trevo 
Seremos o segredo em cores dos vitrais...

Registremos nos autos nossos desejos
Grita meu nome nos altos falantes
Seremos flores onze horas e pé de beijos...
Fala da fênix do par de falcões avoantes...

Diga que faço pulsar teu coração sorrir
Presente de toda e qualquer estação
Sua amada enamorada razão de existir
Vem-me dê sua mão!...

Son Dos Poemas 
Postar um comentário