quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Sô Pornô



Sô Pornô ???

Meu D.N.A. é inusitado
Louca a mente é (D) diferente arrojada
(N) porque sou navegante do meu eixo
Dona do meu queixo e de nada...
(A) porque adoro amor e por ele enlouqueço
Pago o preço em amar indelevelmente 
Equilibrada em alguns pontos em outros nem tantos
Uma metamorfose itinerante sopro de vida
Sô pornografia onde um dia fui concebida em amor
E curto fazer também escrever longamente ao ser poesia 
Em analogia sou fome e tenho sede
Nu é meu vale e tudo entre quatro paredes e no (a)mar
Acho que os homens são mesmo de Marte 
E as mulheres são da Terra das "artes"
Por artimanha temem certos "bichos"
Pornô somos mulheres só por isso?
Viro o disco antigo riscado
Hoje meu D.N.A só toca C.D.
Ao meu som pornô?...É ver as ruas repletas de "lixo"
O "bicho"quem teme é você!
Sô pornô...No sentido Só Poesie 
Na minha insônia dos versos e aqui
Sô pornô porque sou por do sol
Sou a lua despida na noite misteriosa
O sabor das pétalas da própria agonia
Sou sabor do tempo que orvalha sobre as rosas
Os arroubos do poema a envergadura do vento
A mão e a luva ao acariciar minhas escrituras...
Sô pornô quando sei que posso!
Assino aqui meu poema sensual...
Que tal?


Son Dos Poemas 
SÓ Poesie

Postar um comentário