quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Com ciência?Livre!



Com ciência?Livre!

N'alma há uma íris colorida 
Cem cruzeiros, cem luzeiros
Vejo assim é o espelho da vida
Um clarão em todos os sentidos


Há ciência explico meu free lances 
Com ciência tudo esclarece até dor...
Mas a consciência varia os nuances
Com docência saber amar é dá cor

Perfeccionismo é ter olhar d’ lince
Apreciar o detalhar do sol surgir
Enxergar todos os tons em relance
Dar chance p’ra o bem emergir...

Reflorir as consciências sem cor
Nem brancas negras ou pardas
Saber que toda semente d’amor
É maior que lembranças tardas...

Construir o seguir sem pré conceitos 
Seguimento credo raça ou classe social
Saber aprender com os próprios defeitos
Somos parte d’toda consciência essencial...

Sejamos então consciências puras...
Todos os dias livres em existência
Duras eras jazem pálidas descoloridas... 
Bela é a cor dá vida ao colorir dá consciência.

Son Dos Poemas

http://www.recantodasletras.com.br/es…/publicacoes/index.php
Postar um comentário