quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Efeito Absintado





Efeito Absintado

Mistura dos sentidos aromáticos
Fusão dos sentimentos herbáticos 
Feitiçaria que abrange a erva
Poção misteriosa como um beijo de Eva...


Era preciosa de nostalgia...
Erva amargosa que o artista embevecia
Extasia na lira dos Anjos com teor de poesia
Náufraga de amor é ilha é mata de fantasia

O poema pode ser volúvel e por vezes delicado
Losna fez chá de arte á parte apagar o pecado
É feito absintiado mistura aroma e faz ventania
Sonhadora hera conta lágrima em cálice de magia

Poção que amarga o poema humano e pecador
A vida bebida em fusão adoçada com amargor
Anis e funcho na era da composição d’amor
O doce licor dos poetas erva açúcar e torrão d’dor

Assim se fazia a poesia a bela e a fera
O feijão e o sonho ávida a boca que nos devora
Deseja o sonho e faz poesia com gosto d’absinto
Loucura que sinto agora não nego não minto...

A mente que mente adocicada entorpecida...
O licor doce, mas amargo prelúdio d’ despedida...
A fada azul que fica verde com asas enlouquecida
O absinto escrevendo a poesia melancólica entristecida...

As raízes do amor no verde da folhagem...
O desejo da carne da’lma d’corpo fazendo a viagem...

Son Dos Poemas 
Postar um comentário