quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Explícito



Explícito

Está explícito nu ao meu olhar...
Nas estrelas que vejo nos teus
Além do céu explicar meu amar
Na casta dos nobres e plebeus


Acredito nas coisas escritas verídicas
No canto d’Oceania sinfônica
Nas andorinhas sobre as oliveiras cítricas
Creio na poesia e magia tectônica

Nas placas das galerias aderidas
Creio no encontro d’vidas marcadas
Nas pirâmides e pedras enigmáticas
Som d’harmonia suspiros e madrugadas

Creio nas almas amantes e afins
Na boemia clássica em rock Roll
No amor além do horizonte e confins
Em Dom Quixote loucura e farol

Acredito em bruxas e fadas dançantes
Enfeitadas com colares d’pedra da lua
Na força da mente e braços pulsantes
Gente vestida transparente crua e nua.

Acredito na felicidade explicita
Na realização dos sonhos um dia...
Nas coisas simples d’natureza bonita
Nos clarins dos Anjos que tocam poesia...

Son Dos Poemas

Postar um comentário