quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Há Verão...



Há Verão...

Haverá sempre no coração do poeta verão...
Todos verão seus versos pela poesia e sedução
E o verão pousa hoje e beija a brisa com magia
Em clima de primavera lá vem euforia...


Até agora esquenta e esfria na mesma estação
Aquecendo o ego dos que amam e adoram verão...
Há quem enlouqueça com clima ar condicionado
Há quem no outono cometa loucura incondicionado...

Aventura é viver o agora em tantos verões
Ter o sangue fervendo fazendo contenções...
O desejo acorda cedo têm insônia nas noites quentes
Sem vento pra mover moinhos calor e verão são presentes

Tantos verões ainda haverá reinando...
Outras estações também tornarão aflorando
E o beijo do beija flor saberá a laranjeira
E o sabia subirá para assoviar na cerejeira...

Sempre haverá verão em clima de brincadeira...
Sempre olharemos as lembranças doce e feiticeira
Comeremos novo verão como uma maçã encantada
Dormiremos acalorados nos braços quentes da madrugada...

Chega agora o sonho onde há verão...
Haverá um calor intenso e luz no coração
Aquecido o coração do poeta é cheio de intenção...
Colher uma pétala de vento e abraçar uma constelação...

Son Dos Poemas
Postar um comentário