quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Porta D'Luz




Portal D’Luz

Quanto mistério há num ponto de luz...
Anjos etéreos almas reluzentes...
Asas tão alvas o que será que traduz?
Auras tão claras cristais transparentes


A luz branca tornada estrela solar...
O opaco do nevoeiro a brancura
O raio da lágrima a umidade do ar
O foco de luz na consciência que cura...

Nuance d’Anjos flutuante limpidez 
Alívio d’alma contemporaneidade
Expansão da bem lívida embriaguez
Extenso é o querer ser afabilidade...

Envolve meiguice no contorno da rosa...
Fagulhas das luzes acesas fulgentes...
O carvão da escuridão tenebrosa
A visão qual loucura chamas luzentes

O arcano dos arcanjos seduz as estrelas
O enigma que abraça com asa aberta
Voa mente alada sobre os vales e deltas
E a luz do sortilégio arrebata o poeta...

Há tanta magia no ser e acreditar...
Faz despertar com afago tua consciência
Ver espíritos de luz serena voejar
Pirilampando pelos ares em coexistência

Son Dos Poemas

Postar um comentário