quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Ti Verso Troante



Ti Verso Toante

Ouço teus versos toantes
Leio tuas letras escritas
Ao som de rimas e suspenses
Traz saudades infinitas...


Atônita sempre assombrada
Espanto-me em te ver frondoso
Surge tua imagem formada d’nada
Nuvem d’ar sensual libidinoso...

Deprava os meus sentidos
Dissolutos absolutos em sincronia 
Tu sussurras em meus ouvidos
Te verso... Ah! Amada poesia...

Tantas são tuas sílabas tônicas
A simetria dos lábios mentolados
A sintonia das nossas almas
Teus olhos furtivos amendoados

A vogal trêmula dos versos teus
A linguagem voraz e desejosa
Nosso doce céu d’camafeus...
A rega da rosa a água cheirosa...

Você e eu duas almas amantes
Toantes num mar d’letras
Poema e poesia versos picantes...
Poções d’alquimias perfeitas...

Son Dos Poemas 
Postar um comentário