quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Verdade Nua & Crua



Verdade nua & crua

O tempo é magia em fagulhas...
Alimenta a vida em microondas 
Num palheiro de agulhas perdidas
Há virtudes em távolas-redondas...


A vida é um pardieiro vulgar...
Por vezes 3x4 cativos celeiros
Nós marinheiros sem hora á portar
Sem porto p’ra atracar viageiros...

Há verdade nua e crua que assusta
Um mar d’tempestades e bonanças
Verdades e mentiras quanto custa?
Cansa ver injustiças humanas...

O tempo é viajor que um dia veio
Deixou n’alma amor arredio sem freio
Na língua o gosto diverso passageiro vadio...
Sensação d’verdade é a poesia creio...

Olho no céu gris cinzento multicor
Luas amarelas vermelhas e lívidas
Epígrafes d’epitáfios apagadas indolor
N’alvo mármore letras pálidas encolhidas...

Verdade é que a vida é partícula fria...
Tem asas d’tempo molécula d’vento
Num sopro vira poeira à carne expia 
Verdade nua e crua cem por cento!

Son Dos Poemas

http://www.recantodasletras.com.br/es…/publicacoes/index.php
Postar um comentário