segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Nova Versão


Nova Versão

Estou aparelhada pro novo...
Me cancionando numa nova versão
Pronta pra começar de novo e de novo
Me repetir como um virtuoso refrão...

De novo estarei me gerundiando
Me guiando nas reflexões do luzeiro
Ouvindo a canção dos olhos do amado
Clamando ele no Olimpo meu cancioneiro

De novo estarei brandamente almada
Despindo minh’alma me vestindo de flor
No gerúndio sempre estarei apaixonada
Pela poesia viva que me faz Amor...

Então nessa nova versão que é nossa
Estaremos no mundo fazendo mais Amor
Eu e você num livro, “O poeta e a rosa”
Invadindo nossos sertões sem pudor...

Seremos dois em um naquele ponteiro...
“O poeta e a flor de lis”no seu momento
Você e eu margeando o mundo inteiro...
Amando do tempo ao sabor do vento

Nessa minh’ nova versão antiga 
Dir-te-ei meu feiticeiro és o mais lindo
Estarei mais amante serei mais amiga
Pra sempre tua, estarei teu mundo florindo...

Son Dos Poemas*Sônia M.Gonçalves


imagem do google

Meu Delito



Meu Delito 
Um sonho bonito
Estava escrito

No livro dos mistérios 
Que acordaria meus desejos 
Despertaria com seus beijos


Que viveria a magia do ser
Que seria escrita a poesia ao ler
Beberia a poção do encantamento

Ouviria a canção no sussurrar do vento
Dançaria nas nuvens do firmamento
Simplificaria tudo em ventura

Viveria você e te amaria com loucura...
Com ternura tu surgirias em mim
Cem censura seria meu diamante marfim

Estava gravado no infinito
Maktub assim estava escrito
Que seria meu crime pecador
Meu delito você eterno amor...

Son dos Poemas 

Além dos Meus Horizontes



Além Dos Meus Horizontes

Há sempre pernas e pontes aparentes
Uma linha sem sequências em sóis crescentes
Um amor sem experiências coniventes
Á míngua... Línguas bocas e dentes...


Fontes proibidas de receber presentes
Fez-se um amor e sem cerimônias 
Mil saudades sem rompantes
Sem sonhos só versos de insônias...

Um amor com mil facetas
Como uma ferrugem que corrói
Sem doer à alma dói...
Sem querer as lágrimas são ofertas.

Camufladas como facção sem seguidores
Seduzidos em seda de amores com razão 
Ser inteiros em ser metade sonhadores
Denominadores comuns de uma atração.

Na verdade vago em amor que me veste
Meus cabelos esvoaçam em vento norte e leste
Voo alto em céu pujante deitando na rede
Moro na fonte que jorra água e morro de sede...

Sem pudores vejo teus olhos me despirem
Calo a boca com um beijo caliente
Uso todo meu feitiço de amor inerente
Minha essência... Em seus poros até que transpirem.

Son Dos Poemas

Universo cor de rosa



Universo Cor De Rosa


Tem cheiro de prosa, mas é poema...

Tem gosto de certeza, mas é dilema...

Tem cheiro de rosa, mas é alfazema...

Se for cor de rosa não tem problema




Sendo poção de feitiço só pó de jurema

Se lábios for flor e mel é lenda Iracema

Liberdade é metade então tem algema

Se a culpa é das estrelas é poema é cinema




Se acaso é o que te aclara faltará gema

Sê pétala ser cor de rosa terá outro tema

Para falar do universo cor de rosa vermelha

Unir e versar as palavras pra acender a centelha




Desfilo meu ar cor de rosa choque corada

Corando a face ao lembrar cada toque calada

Espanto meu rubor com frescor de leque

Num tempo desgovernado sem freio sem breque




A palavra é o verbo e o verbo é amor

E o vento não eleva, mas pode levar a dor...

O som era The Beatles e o vento levou

Mas o sonho virou mito e nunca acabou...




Hoje só por hoje me visto de sonho inspirador

Rasgo o feitiço do tempo e seduzo o sedutor

Hoje só por hoje te farei meu sempre feiticeiro

Serei o nevoeiro que te liberta e serás meu por inteiro




SÓ Poesie

Pela Manhã



Pela manhã

Em plena manhã as melhores coisas me veem 
A inspiração sempre e como maçã também...
Pela manhã é quando os passarinhos me acordam
O vento me acaricia com poesias que me dobram


Pela manhã sinto teu gosto de aventura
Lembro que sonhei contigo e fizemos loucura
Que tentei esquecer-te, mas não consigo...
Relaxo e penso te abrigo comigo...

Logo pela manhã com a boca de hortelã
Lembro teu gosto bom de paraíso com avelã
Meus desejos conto ás paredes com grafiato
Querer teu sabor proibido no meu céu e palato...

Pela manhã ao atravessar a rua te vejo...
Ao pisar no solo da lua no meu sonho te beijo...
Pergunto ao céu lunar... Onde estará meu amor?
A resposta vem num beijo no bico do beija flor

O eco mais bonito vem do infinito verbo amar...
A voz que me pergunta onde é que você está?
Sou eu quem responde então tá...
Beijo seus lábios então e sinto me enfeitiçar...

Há magia nas manhãs clarividentes...
Abraçar a felicidade com unhas e dentes
Gostoso é saber o cheiro do azeite das oliveiras 
Sentir o calor da terra e se untar de besteiras...

Son Dos Poemas 

Amor Bandido



Amor Bandido

Te rouba os sentidos 
De repente por encanto
Sem causa por acaso é teu espanto
Te rouba os sonhos mais lindos


Sorrindo com o olhar te arrebata
Te ilumina feito luzes da ribalta
Em qualquer canto te assalta 
Atravessa teu coração como estaca

Se destaca por ser bandido
Nunca fica arrependido
Sequestra seu coração carecido
Barganha um resgate indefinido

Corre perigo te oferece amor bandido
Quando te toma um beijo atrevido
Furtivo acaricia teus bons sentimentos
Querer é poder então rouba teus pensamentos

Amor bandido que te oferece prazer
Faz ter suar frio e em silêncio gemer...

Son Dos Poemas

SÓ Poesie

Amor Declarado


Amor Declarado

Mágico é nunca esquecer sua essência...
Lembrar sempre mais do que se pensa
Ter o nome seu soprando o vento com frequência
Na imaginação caminhar na garoa densa.


Segurar nas mãos e sentir o coração
Beijar o ar e respirar sentir aportar o verão
Amor... Luar cheiro de sensação
Romance... Outono estação.

Amor que sinto e me faz escrever...
Sempre e em cada verso você reviver
Partir sim, mas deixar o sol pra te aquecer
Para que nunca fosse possível me esquecer.

Sempre que uma onda de calor te afligir
Lembrar-se-á quanto sentido faz amor em sentir
Intuirá o mar, oceano de paixão, os anjos...
Lembrar-se-á da canção, toques e arranjos...

Nota musical dedilhada e tocada
A melodia mais linda de amor por nós inspirada
Meu amado... mais lindo e eterno amor...
Perceba aqui na declaração pele e flor.

Passe o tempo que passar... Tenha sol ou se luar
Jamais se esquecerá do espanto e brincadeira
Das delícias e do prazer... Só o ser pode saber
Todo amor em nós faz-me atrever...

Copiar...Você!
Amor!
Sua eterna... rubra flor.

Son Dos Poemas