segunda-feira, 20 de março de 2017

Verbo Mulher

Verbo Mulher

Lâminas refletoras de luz...
Mulher verbo que casa e conjuga
Gesta e ilumina o ser que produz
Paga os pecados na terra expurga

Ser mulher é sim nas nuvens padecer...
Morrer e renascer nos descendentes
Fazer da terra paraíso transeunte prazer
Vestir intuição D’luz N’alma silentes

Mulher entre mundos urbanos campestres
Saboreia o desespero busca felicidade
Constrói nos céus paraísos ancestres...
Faz d’amargor agridoce apura verdade

Ser mãe e filha da terra a fertilidade
Acolher o grão germinado no ventre
Brotar como água num grotão d’liberdade
Regar o arco-íris p’ra manter o sempre...

Ser todas as estações livres como agora...
Ser eloquência e superintendente do vento
Espalhar as vontades infindas e pranto n’aurora
Se revigora no Amor sabe o melhor provento...

O argumento é arma da mulher que ama clichê...
Anas, Helenas, Severinas, Neides ou Franciscas
Todas Nós Marias sem nome codinome p’ra quê?
Nós somos almas fêmeas flores d'nós primaveras...

Son Dos Poemas
Postar um comentário