domingo, 11 de junho de 2017

Bioluminescência



Bioluminescência 

Lúmen de velas impetuosas... Vida...
Asas de pirilampos em noite enegrecida
Folha orvalhada sol de incandescência
A mais bela visão dessa luminescência 

Luz flutuante santo grau da visão
Luminoso efeito de vaga-lumes fora do chão
Suspensos nos ares acendem ostentação
Magia aos olhos vistos faiscantes na escuridão

Seres chispantes que reluzem no breu...
Camuflados em nuvens de brumas sonhos só meu!
Minha plena natureza de quimiluminescência 
Faço ponto de vista da mais fina essência...

Vasto é o amor que brilha em reação luminol
Diz que sou uma flor e gira meu olhar para o sol
Qual vaga-lume produz em meu olhar luciferina
Há alquimia no amor quando a lua descortina...

Beija-me com a língua em bebida de enzima
Mágica a mente voa em flama de rima
Em fôrma de pensamento dadivoso
Um luau de vaga-lumes em céu luminoso...

Suave ser este que me toma como experiência...
Um brinde de vaga-lumes nessa vasta ciência
Uma poção de perfume nessa fantasia
Um lume de vaga-lumes voa nessa poesia.

Son Dos Poemas#SôniaMGonaçlves
Postar um comentário