domingo, 11 de junho de 2017

Número Elogia


Número Elogia

O lado cômico da poesia...
A face extrema do poema
Onde os versos viram o teorema
O mel azedo de Pitágoras é analogia...

Se não houver amor não há simbologia
Nem sem vezes sete nem setenta
Sê tenta, porém vive sedenta...
Se tentares pode ruir a fantasia...

Já se torto for oito ou oitenta...
Nem tenta vai ser mais infeliz
Sem amor sem trilha e sem triz
Sem limiar o prazer que te fomenta...

Humilhar o olhar em nada mirar...
Um milhão de vezes é quase morrer
Sentenciar tua ‘lma á entristecer...
Bom mesmo é a dor dominar e amar...

O número precioso é o dez decimal
Elogio para a natureza que diz
Revigora a beleza e sempre serdes feliz 
Repete e diz amo tua nudez natural...

Mas o número elogia a arte...
Os cem faz teoria voar á marte
Nu é o cenário em versos de romaria
Bonito é a lira dos Anjos tocarem poesia...

Son Dos Poemas #SôniaMGonçalves
Postar um comentário