sábado, 25 de novembro de 2017

Penso




Penso...
Amar é o verbo que te faz denso
do modo mais bonito e intenso
enlouqueço reconheço o rebuliço
a mágica ligação é ouriço ou feitiço

Há súplica do órgão mais barulhento
o sangue na corrente em borbulhamento
ser e estar o tempo todo no pensamento...
ao mesmo tempo verve dentro do peito 

Um poema auricular no átrio do coração
perfeito é respirar o ar e oxigenar o pulmão...
do lado esquerdo e direito dessa anatomia
meu jeito de conjugar amor é pela poesia

Tão descomplicado que a arte faz artificio
Reger uma sinfonia é parte boa deste ofício 
Apoemar o luar com amor, sonhar, dançar...
Convidar, sugerir...”vamos fugir” 
Se perder na ventania, comer, amar, dormir...
Acarinhar nos dedos os cabelos teus... 
O esquisito é precisar chamar-te de meu (...)
E tu dizer minha. (...)
“Meu Amor”
Quem será tu, quem serei eu...
Ah!...como é esquisita essa conjugação...
Nosso verbo de ligação é ser feliz
Num novo tempo, numa nova estação

Son Dos Poemas 
100%$ôniaMGobçalves
Postar um comentário