segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Sabor D’ loucura




Sabor D’ loucura

Sabor de aventura permanente
Está em seu gosto agridoce latente
Amor que paira num infinito particular
Ao lamber teu caminho da felicidade amar...

Sabor atrevido e decantado em transversais
Constituído nos cantos dos recantos transcendentais
O melhor beijo está em teu olhar de candura
No canto entoado com brilho de ternura..

Loucura mesmo é provar teus lábios delineados
Acariciados pela bruma com meus olhos fechados
Amor impulsivo e rebuscado de paixão primitiva
Faísca explosiva a cor do coração em chama lasciva...

Um fogo que queima com cheiro afrodisíaco
Combina alquimia com essência real impudico
Preciso é saber que também aprecia a poesia
Tão precisa quanto teu poema de agonia

Sabor louco d’amor delineado suado e pecador
Sobre os lençóis de linho divino depuro amor
Embebido e embevecido com nosso elixir
Num encontro das águas amar existir...

Amor exagerado ao declarar sem costumes
Imenso buquê que acende os desejos em lumes...
Beijar tua boca é como provar o sabor das marés
Tomar um banho de energia pura da cabeça aos pés...

Son Dos Poemas
Postar um comentário